Lindos Pássaros

domingo, 23 de junho de 2013

ALMA - DE - GATO






















Nome Científico: Piaya cayana

Família: Cuculidae

Ordem: Cuculiformes

Distribuição: Ocorre do México à Argentina, e também em todo o Brasil.

Habitat: Vive em matas ciliares e secundárias, capoeiras, parques e bairros arborizados (até mesmo de grandes cidades brasileiras). Normalmente habita os estratos médio e superior dessas matas e quase nunca desce ao solo.

Alimentação: Alimenta-se basicamente de insetos, principalmente lagartas. Detalhista, examina as folhas atrás de alimento até mesmo em suas partes inferiores. Também consome frutas, ovos de outras aves (inclusive filhotes nos ninhos), lagartixas e pererecas.

Reprodução: A fêmea bota cerca de 6 ovos e os pais se revezam na incubação (que leva aproximadamente 14 dias) e na alimentação dos filhotes. Durante três semanas eles ficam em completa dependência da mãe e do pai.

Curiosamente o principal nome desta ave tem a ver com o seu próprio canto. E a razão é simples: o seu som assemelha-se ao gemido do felino doméstico (daí a alcunha).

Esta ave também é conhecida como alma-de-caboclo, alma-perdida, atibaçu, atingaçu, atingaú, atinguaçu, atiuaçu, chincoã, crocoió, maria-caraíba, meia-pataca, oraca, pataca, pato-pataca, piá, rabilonga, rabo-de-escrivão, rabo-de-palha, tincoã, tinguaçu, titicuã, uirapagé e urraca.

O engraçado é que o alma-de-gato também imita o canto de outras aves, como o do bem-te-vi, que tem uma vocalização muito parecida à sua. Mas esta não é a sua única peculiaridade.

De corpo relativamente pequeno e cauda enorme, ele difere de outras duas espécies próximas: o chincoã-pequeno (Coccycua minuta), que é bem menor e chincoã-de-bico-vermelho (Piaya melanogaster), que além do bico, apresenta a barriga negra e uma mancha amarela próxima ao olho. Mede cerca de 50 centímetros (contando a cauda).

Soma-se a isso, ainda tem os seus ovos. O aspecto deles também é diferente, pois têm aparência de um mineral. O alma-de-gato normalmente anda sozinho ou aos casais.



Nenhum comentário:

Postar um comentário